Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Independente A máquina de triturar políticos

A primeira campanha dele

Agora que Paulo Portas está de abalada e já circula pelas chancelarias desse mundo fora a recolher comendas e medalhas sobre os seus fatos de bom corte, recuperamos uma pequena pérola do velho Independente: a primeira crónica do Paulo-Portas-político, a dar conta das aventuras e desventuras dos seus primeiros dias em campanha eleitoral.

Talvez para o corte com a casa-mãe não ser tão doloroso, na semana em que o nome de Portas deixou de estar no cabeçalho do Indy, a sua prosa continuou nas páginas do jornal. A clássica coluna Antes Pelo Contrário, que tinha servido para o jornalista zurzir tudo o que era político e mexia, servia agora para o novo político piscar o olho aos eleitores, namorar apoios e confessar felicidades e infelicidades.

Por exemplo, isto: "Pouco a pouco, perco hábitos anarquistas e adquiro conveniências conservadoras. Resisti ao fato completo trinta e dois anos. (...) Lá comprei um fato. Confesso que foi caro e esclareço que é 'produto nacional'. E agora ando com uma gravata na pasta. Nesta matéria, já fui mais feliz".

Aqui fica a crónica na íntegra, que já vale como um documento histórico.

diariodecampanha.jpg

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D